30 de Janeiro de 2011

Eugostode... velas.

 

 

Eu gosto de velas e sei disso, porque, quando vou a uma loja onde as há à venda, paro sempre tempo imenso a vê-las, a cheirá-las, a mexer-lhes, a imaginar como seria queimá-las em determinadas circunstâncias.

 

Lembro-me que, em pequena, as velas significavam que a electricidade tinha faltado, que não tínhamos iluminação e íamos andar pela casa com uma vela acesa, de cera amarela, mal cheirosa e que ficava escondida numa gaveta, sempre que a lâmpada se voltava a iluminar.

 

Lembro-me também que as velas estavam associadas a rituais religosos, procissões nocturnas, missas da Quaresma ou da Páscoa, baptismos e funerais. Algumas ardiam com alegrias, outras com tristeza, mas sempre com cerimónia.

 

Hoje as velas são companhias, são encanto, são cores e decoração, são envolvência. Pertencem a rituais, mas muito mais pagãos. Iluminam olhos que querem ver, mas que querem mistério e querem descobertas veladas.

 

Eu gosto de velas, gosto da luz que me dão,  da dança da chama, que consome a cera, hoje cheirosa e colorida.

 

 

Gostado por: Anaquegostade... às 02:43

Mais gostos sobre mim...
Pesquisar gostos...
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


Gostos arquivados...
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO